Li e Comento: Vi uma coisa medonha no céu (Conto)

PenaPena

 

Saiba antes de ler: além de romances e livros sobre a arte da escrita, tenho o hábito de ler historietas avulsas por aí. Senti a vontade de comentar sobre esses textos breves, portanto, eu comentarei por aqui sobre contos, novelas e outras leituras mais enxutas. Note-se que este post não é uma resenha, mas um apanhado de considerações breves suscitadas após a leitura do texto.

Mais uma incursão de Miguel Carqueija pelo universo aterrorizante e enlouquecedor de H. P. Lovecraft, este conto foi publicado na edição 12 da revista Dragão Brasil ao lado de Os Pesadelos Atacam – trabalho do escritor que será comentado em outro post.

A história é apresentada como o relato de um personagem sem nome, um joão-ninguém cuja vida é abalada por um evento sinistro que deixa marcas tanto em suas lembranças quanto na interiorana Pedra Torta, cidadezinha em que reside.

A certa altura a narrativa adota a forma de uma matéria jornalística transcrita que é lida pelo protagonista. Particularmente, este recurso me incomoda um pouco, mas seu uso justifica-se neste caso, já que é um modo mais direto de expor ao leitor informações importantes para a conclusão do conto.

Vi uma coisa medonha no céu é uma leitura rápida e despretensiosa, nada mais.

Para saber mais:
  1. Li e Comento: minhas breves considerações sobre contos, novelas e outras narrativas curtas.
  2. Li e Comento: Não é humano (Conto): minhas considerações sobre este bom conto de Miguel Carqueija, ambientado no universo de H. P. Lovecraft.
  3. Miguel Carqueija: perfil do escritor no site Recanto das Letras.
  4. Miguel Carqueija no Portal Cranik: entrevista concedida ao editor Ademir Pascale em 2009.
  5. A vida e obra de H. P. Lovecraft: site em português que há 8 anos divulga os trabalhos deste cultuado escritor. Descubra os Mitos de Chtulhu!

Sem opiniões

Comente à vontade!

Ou opine pelo Facebook:

Seguir

Inscreva-se e receba notificações de novos artigos por email.

Junte-se a outros seguidores.

%d blogueiros gostam disto: