7 coisas que aprendi – por Luciene Evans

Em uma iniciativa conjunta* entre os blogs Escriba Encapuzado e Vida de Escritor, T.K. Pereira e Alexandre Lobão convidam escritores para compartilharem suas experiências com os colegas de profissão, destacando sete coisas que aprenderam até hoje. Não interessa se você é iniciante ou veterano, se escreve poesias, contos, romances ou biografias, envie sua contribuição para esta série de artigos!

Neste post, com a palavra, Luciene Evans, produtora e diretora teatral, autora do livro infantojuvenil Zylgor, sua estreia literária no gênero Fantasia.

  1.  Escreva o que você gostaria muito de ler. Desse modo, você vai ter a paixão necessária para continuar escrevendo por um período de um ou dois anos, que é o tempo médio para desenvolver uma história.

  2.  Tenha paciência. Não apenas para escrever, mas principalmente cortar, mudar, acrescentar, aprimorar, reescrever e revisar. Pensar que seu primeiro manuscrito é a oitava maravilha do mundo vai diminuir suas chances de ser publicado por uma editora comercial.

  3. Livro ZyglorSeja você mesmo. Não leve ao pé da letra o ditado “nada se cria, tudo se copia”. Tente ser o mais original possível. Encontre seu próprio caminho.

  4.  Saiba dar adeus. Tem um momento em que a gente precisa colocar o ponto final no último parágrafo e apertar o botãozinho “imprimir”. Não adiantar ficar enrolando e adiando o final do seu livro porque você está ligado demais à trama e aos personagens.

  5.  Pesquise, estude e leia. É o básico: buscar o conhecimento necessário para desenvolver seus temas, e ler obras de grande importância nacional e mundial.

  6.  Não crie expectativas demais. O mercado não está nem aí para seus sentimentos. Apresente a melhor obra que puder, mas não espere se tornar uma J. K. Rowling. Esse tipo de expectativa exagerada pode trazer uma grande frustração.

  7.  Não seja arrogante. Você não pode fazer tudo sozinho. Precisa de um leitor beta, um revisor, alguém que tenha condições de fazer uma crítica sobre o seu livro de uma forma imparcial. Tenha a humildade de ouvir as críticas e usá-las para aperfeiçoar sua história.

    Ah! E não tente enganar a si mesmo entregando o texto a sua mãe ou ao seu namorado porque eles vão dizer que está maravilhoso.

Sobre a autora

Escritora Luciene EvansLuciene Evans nasceu em João Pessoa, PB, onde concluiu o curso de Comunicação Social na Universidade Federal da Paraíba. Trabalhou em teatro nas áreas de produção e direção, além da criação dos textos encenados pelo grupo Matraca. Escreveu 20 peças de teatro para crianças que reuniu em um livro. Zylgor é sua estreia literária no gênero Fantasia.

Zylgor: Blog do Livro

Facebook: Perfil   |   Fanpage

Twitter: @LucieneEvans

YouTube: Perfil

Google+: Perfil

Veja a opinião de outros autores aqui e no Vida de Escritor!

eBook 7 coisas que aprendiGostou das 7 dicas da Luciene? Quer aprender mais com a experiência de outros 58 escritores? Baixe agora o eBook gratuito da série 7 coisas que aprendi.

* Projeto inspirado pela coluna “7 Things I’ve Learned So Far”, da revista Writer’s Digest.



Comente à vontade!

Ou opine pelo Facebook:

Seguir

Inscreva-se e receba notificações de novos artigos por email.

Junte-se a outros seguidores.

%d blogueiros gostam disto: