7 coisas que aprendi – por Chris Ritchie

Em uma iniciativa conjunta* entre os blogs Escriba Encapuzado e Vida de Escritor, T.K. Pereira e Alexandre Lobão convidam escritores para compartilharem suas experiências com os colegas de profissão, destacando sete coisas que aprenderam até hoje. Não interessa se você é iniciante ou veterano, se escreve poesias, contos, romances ou biografias, envie sua contribuição para esta série de artigos!

Neste post, com a palavra, Chris Ritchie, professora, revisora, tradutora, interprete, escritora e poetisa.

  1.  Respeite seu instrumento (escrita), seu ambiente (leitor), seu meio (editor) e, acima de tudo, se dê ao respeito.

    O respeito é a base de qualquer boa relação. Conheça intimamente o seu idioma e só quebre suas regras quando for para o bem dele. O mesmo vale para o leitor e o editor.

  2.  Foque em si e esteja aberto para o mundo.

    Justamente por ser frequentemente esquecido, um dos conselhos mais antigos do mundo vale a pena ser repetido: “conhece a ti mesmo”. Saiba quem você é no mundo, o que quer dizer/contar e para quem.

  3.  Descarte conselhos que firam sua identidade.

    A facilidade em acessar tantas experiências e opiniões pode desnortear. Mudar maus hábitos é produtivo; mudar quem você é uma perda de tempo.

  4.  O escritor deve primordialmente escrever.

    Conhecer os desafios do mercado ajuda a reduzir a ansiedade, a compreender como seu livro gera negócios, a aceitar que você precisa abrir sua agenda para contatos, reuniões e eventos, mas invista a maior parte de seu tempo em escrever.

  5.  Escrever o que o mercado determina é ser utilitário.

    A arte não se presta a isso.

  6.  Saiba quando e como quebrar regras.

  7.  Capisce?

Sobre a autora

Chris RitchieChris Ritchie nasceu em Santos, SP. Sempre adorou ler e mesmo antes de saber escrever já escrevia. Em 2013 escreveu dois romances, Oceanos e Lafite Giganteus (ambos inéditos), e atualmente, entre poemas e contos, escreve o terceiro. Graduou-se na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) com diplomas de Bacharelado e Licenciatura em Língua Inglesa e Literaturas de Língua Inglesa (1990) e Mestrado em Literaturas de Língua Inglesa (1997) e, pela International House of London, obteve o Diploma em Gestão Educacional (2001). Colaborou com a revista Germina, os Cadernos de Tradução, o site Escritoras Suicidas e o blog Poema Curta-Metragem. Em inglês e português, Chris Ritchie é escritora, professora, revisora, tradutora e intérprete. Em 2007 fundou a Ritchie&CO. – Comunicação em Inglês e Português; é casada com seu sócio e tem um filho de 12 anos.

Processo Criativo: 2 mil toques

Facebook: Perfil

Veja a opinião de outros autores aqui e no Vida de Escritor!

eBook 7 coisas que aprendiGostou das 7 dicas da Chris? Quer aprender mais com a experiência de outros 58 escritores? Baixe agora o eBook gratuito da série 7 coisas que aprendi.

* Projeto inspirado pela coluna “7 Things I’ve Learned So Far”, da revista Writer’s Digest.



Comente à vontade!

Ou opine pelo Facebook:

Seguir

Inscreva-se e receba notificações de novos artigos por email.

Junte-se a outros seguidores.

%d blogueiros gostam disto: