Dia 16: Limites Especulativos – 30 Dias de Construção de Mundo

WorldbuildingEste é o décimo sexto de 30 artigos sobre construção de mundos escritos por Stephanie Cottrel Bryant e traduzidos por muá, Diogo Ruan Orta. Publicado em 2007 para participantes do NaNoWriMo, este tutorial prático e baseado em livros sobre o tema permanece uma ferramenta útil.

No exercício anterior, nós vimos uma série de recursos complementares para a construção de seu mundo. Hoje vamos voltar a falar sobre elementos especulativos, agora com foco em seus limites. Pegue seu caderno e um relógio aí e separe alguns minutinhos para a leitura e o exercício do dia.

Quer mais dicas? Vá ao perfil WattPad do T. K. Pereira e procure por um livrinho chamado Guia do Construtor de Mundos. Recomendo dar uma conferida, já que os textos de lá complementam os deste tutorial – sim, foram escritos pela mesma autora. Segue o chefe por lá pra ficar por dentro.

30 Dias de Construção de Mundo, por Stephanie Cottrell Bryant
Dia 16: Limites Especulativos

Você acha que já trabalhou elementos especulativos o suficiente? Bem, hoje é outro dia para resolver as regras de como a magia, a tecnologia ou o sobrenatural funciona em sua história.

Millenium Falcon - Star Destroyer - Star WarsTalvez você se pergunte por que estou dedicando tanto tempo a esse tópico. Bem, se buscar as fraquezas mais comuns na fantasia e na ficção científica, você perceberá que as pessoas detestam a inverossimilhança. Ora, um público especulativo acreditará em muita coisa. Eles estão disposto a crer em dragões, elfos, magia, viagens acima da velocidade da luz, ansible, motor de dobra, transportadores, hologramas, teletransporte, fantasmas, lobisomens, vampiros, e até mesmo Deus, a fim de apreciar uma história.

Mas assim que as regras são burladas – assim que as pessoas param de agir como pessoas, ou o motor de dobra só funciona quando o herói precisa encurtar o tempo de viagem até o covil do Cara Mal, mas falha quando ele precisa escapar – assim que alguma inconsistência ocorre em sua história, você perde seu leitor. Eles largarão a leitura, ou, no mínimo, deixarão de crer, e isso será a morte de sua história.

Exercício de Hoje:

Quais são os limites do seu elemento especulativo? Qual é o revés de se utilizá-lo? A magia costuma ter um preço – qual é esse preço? Se não há preço, então qual é o revés? O que a impede de ser utilizada o tempo todo, para tudo, ou ela é utilizada desta forma, afinal? O que impede as pessoas de passarem horas em um holodeck? Por que alguém se daria ao trabalho de aprender a pilotar uma nave quando existem transportadores? Seus vampiros podem sair à luz do dia ou estão estritamente limitados ao escuro?

Anote suas regras, focando, em especial, no que é impossível, e no que deve ser estabelecido de início como instável, de modo uma falha conveniente em seu romance não pareça fora de lugar ou tire o leitor de sua história. Estabeleça hoje os limites e fronteiras de seu elemento especulativo.

Amanhã tem mais exercício! Quer compartilhar o seu? Use os comentários. 😉
Direitos

Os exercícios de construção de mundo estão sob uma licença Creative Commons que permite tradução, distribuição para grupos de escrita, venda (com permissão), reimpressão (para uso não comercial) ou cópia exata, todos com os devidos créditos à autora do texto original, Stephanie Cottrell Bryant.

Esta tradução NÃO pode ser distribuída de forma alguma senão em trechos curtos dos textos (até 100 palavras), desde que seja visivelmente dado crédito ao tradutor (Diogo Ruan Orta) e desde que haja um link direcionando para o site Escriba Encapuzado.

Favor respeitar o trabalho árduo de tradução do amigo Diogo.

Para saber mais:

  1. Dia 15: Recursos – 30 Dias de Construção de Mundo: neste décimo quinto exercício da série, veremos uma série de recursos complementares para a construção de seu mundo..

Especial NaNoWriMo:

  1. 30 dias para escrever um livro – saiba mais sobre o evento no primeiro artigo da série sobre o evento.
  2. As críticas e o valor do desafio – saiba porque o evento é visto com desconfiança por escritores e demais profissionais do mercado editorial.
  3. Como escrevi um livro em 30 dias – onde detalho minha participação no evento em 2012.
  4. Diário de escrita – onde falo sobre valor de se manter um diário e compartilho o meu próprio.
  5. Guia de sobrevivência – dicas para aqueles que ousarem aceitar o desafio!
  6. National Novel Writing Month: página oficial do evento (em inglês).
Sem opiniões

Comente à vontade!

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: