Dia 2: O Planeta Físico – 30 Dias de Construção de Mundo

WorldbuildingEste é o segundo de 30 artigos sobre construção de mundos escritos por Stephanie Cottrel Bryant e traduzidos por muá, Diogo Ruan Orta. Publicado em 2007 para participantes do NaNoWriMo, este tutorial prático e baseado em livros sobre o tema permanece uma ferramenta útil.

Ontem montamos uma listinha com tipos de climas e palavras que evocassem sensações associadas a eles. Hoje pensaremos em como esses climas poderão impactar a sua história. Pegue seu caderno e um relógio aí e separe alguns minutinhos para a leitura e o exercício do dia.

Quer mais dicas? Vá ao perfil WattPad do T. K. Pereira e procure por um livrinho chamado Guia do Construtor de Mundos. Recomendo dar uma conferida, já que os textos de lá complementam os deste tutorial – sim, foram escritos pela mesma autora. Segue o chefe por lá pra ficar por dentro.

30 Dias de Construção de Mundo, por Stephanie Cottrell Bryant
Dia 2: O Planeta Físico

Uma das melhores disciplinas que cursei na faculdade foi Geografia Física (dê uma atenção especial a este capítulo sobre litosfera), a qual me ensinou, por alto, por que a Terra é o que é, e como montanhas, lagos, desertos e coisas assim são formadas. O site indicado acima não é o da minha faculdade, mas está repleto de boas informações.

A maioria dos climas é formada pela interação entre terra, água, ar e o efeito Coriolis (o qual tem muito a ver com o porquê de certa costa ter águas frias, enquanto a outra parte de um mesmo mar tem águas quentes). Em essência, o efeito Coriolis é o que ocorre quando a Terra gira em sua órbita, e a água e o ar daqui giram a uma taxa ligeiramente diferente que a das rochas.

Reino Anão - Fantasia - RPGSe o planeta fosse coberto só por água, este teria, basicamente, correntes oceânicas circulares interconectadas nos trópicos, subtrópicos, e nas regiões polares, e cada corrente moveria água e ar mais quentes para locais mais frios, ou água e ar mais frios para locais mais quentes (certos locais onde essas correntes se intercedem têm pouco intercâmbio de movimento e são chamados de calmarias). Mas quando massas de terra são acrescentadas, as correntes fluem para a terra (onde a maioria das pessoas vive) e carregam o ar frio ou quente com elas, bem como sua umidade inerente.

As estações são provocadas pela inclinação da terra. É possível criar um mundo sem inclinação, mas o clima ali variaria menos sazonalmente. Aliás, desta maneira é possível criar um mundo onde haja um estado de inverno crônico, ou onde é sempre verão, etc.

Você ainda pode ter condições meteorológicas, mas o tempo não é ditado pela estação, então é mais provável que o tempo tenda a ser tempestuoso ou frio ou sereno etc. na maior parte do ano. Quando terra é acrescentada, você obtém elevação orográfica, responsável pelo resfriamento do ar, o que muitas vezes condensa qualquer umidade em chuva ou neve ou até neblina.

Exercício de Hoje:

Como você prevê que o tempo impactará a sua história? Haverá muitas viagens que você queira complicar com tempestades terríveis? Você fará nevar sobre seus poderosos heróis? Haverá uma batalha grandiosa, determinada por uma enchente repentina? Na verdade, você não precisa saber disso agora. Seu exercício por hoje é anotar dez artifícios de enredo relativos ao tempo, e como você acha que eles impactarão a história (por exemplo: uma nevasca pode tornar um ambiente muito claustrofóbico… ou muito íntimo).

Amanhã tem mais exercício! Quer compartilhar o seu? Use os comentários. 😉
Direitos

Os exercícios de construção de mundo estão sob uma licença Creative Commons que permite tradução, distribuição para grupos de escrita, venda (com permissão), reimpressão (para uso não comercial) ou cópia exata, todos com os devidos créditos à autora do texto original, Stephanie Cottrell Bryant.

Esta tradução NÃO pode ser distribuída de forma alguma senão em trechos curtos dos textos (até 100 palavras), desde que seja visivelmente dado crédito ao tradutor (Diogo Ruan Orta) e desde que haja um link direcionando para o site Escriba Encapuzado.

Favor respeitar o trabalho árduo de tradução do amigo Diogo.

Para saber mais:

  1. Dia 1: Clima e Variedade – 30 Dias de Construção de Mundo: neste primeiro exercício da série, você vai começar a pensar seu mundo em termos de ambientação e clima.

Especial NaNoWriMo:

  1. 30 dias para escrever um livro – saiba mais sobre o evento no primeiro artigo da série sobre o evento.
  2. As críticas e o valor do desafio – saiba porque o evento é visto com desconfiança por escritores e demais profissionais do mercado editorial.
  3. Como escrevi um livro em 30 dias – onde detalho minha participação no evento em 2012.
  4. Diário de escrita – onde falo sobre valor de se manter um diário e compartilho o meu próprio.
  5. Guia de sobrevivência – dicas para aqueles que ousarem aceitar o desafio!
  6. National Novel Writing Month: página oficial do evento (em inglês).
Sem opiniões

Comente à vontade!

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: