Exercício Bônus: Dicas sobre Fadiga Mental – 30 Dias de Construção de Mundo

WorldbuildingEste é um exercício bônus complementar aos 30 artigos sobre construção de mundos escritos por Stephanie Cottrel Bryant e traduzidos por muá, Diogo Ruan Orta. Publicado em 2007 para participantes do NaNoWriMo, este tutorial prático e baseado em livros sobre o tema permanece uma ferramenta útil.

Este é um exercício bem específico e que pode ser realizado na metade ou no fim do caminho – ou sempre que você sentir que está de saco cheio de brincar de Deus. Então vamos logo dar uma conferida nessas dicas? Vamos.

Quer mais dicas? Vá ao perfil WattPad do T. K. Pereira e procure por um livrinho chamado Guia do Construtor de Mundos. Recomendo dar uma conferida, já que os textos de lá complementam os deste tutorial – sim, foram escritos pela mesma autora. Segue o chefe por lá pra ficar por dentro.

30 Dias de Construção de Mundo, por Stephanie Cottrell Bryant
Exercício Bônus: Dicas Sobre Fadiga Mental

Você já está ficando farto do seu romance? O fim do mês nem mesmo chegou e você já está enjoado do idioma, dos detalhes, dos climas sociopolíticos?

Eis como você pode saber se está fatigado:

  • Burn Out - Writer - Escritor - Bloqueio - FadigaVocê evita suas anotações, deixando para lê-las depois. Você cogitou até enterrar seu caderno no quintal, mas teme que o cachorro possa desenterrá-lo e trazê-lo de volta pra ti.
  • Você pula os exercícios e pensa que voltará a eles mais tarde, mas nunca o faz.
  • Você começou a se rebelar de pequenas maneiras, e agora seu romance tem vampiros vestidos em tons pastéis, afinal de contas.
  • Você não consegue pensar em fazer mais nada além de construir seu mundo entre agora e o dia 1º de novembro.
  • Você sonha com seu idioma inventado.

Pare. Desse jeito você vai enlouquecer. É sério – você quer que o NaNoWriMo seja DIVERTIDO. É hora de sossegar e ter alguma perspectiva. Respire fundo. Lembre-se de que você está criando um rascunho.

Se você passar todo o mês de Outubro construindo meticulosamente um mundo perfeito em cada detalhe, então você ficará paralisado no dia 3 de Novembro quando tiver explorado seu enredo e não souber para onde seguir daí. Você deve se permitir certo espaço para ser criativo em Novembro! O propósito dos exercícios de Construção de Mundo é te fornecer um cenário, não uma camisa de força.

No tópico sobre o que fazer e não fazer durante o NaNoWriMo fica bem claro que o foco do evento é o processo, não o produto. Se você não está mais se divertindo com o processo de construção de mundo, então pare. Seu produto está completo. Deixe-o de lado pelo restante desta última semana – você não perderá nada, eu prometo.

O foco desta última semana é preencher as pequenas lacunas, completar o que você já tem, e revisar suas anotações, se você achar necessário. Você não perderá nada se já tiver dedicado 2 horas para cada exercício de “15 minutos” ao longo deste mês.

escritorEstudanteCansacoMentalBloqueioAgora vou repetir algumas coisas que eu já disse por aqui, portanto, continue comigo mesmo que algo te soe familiar.

Você não vai “acertar” até que tenha “escrito”. O que equivale a dizer: não existe exercício de construção de mundo que possa substituir a escrita efetiva.

Você quer um mundo que possa utilizar em projetos de escrita futuros? Ótimo. Assegure-se de ter os elementos básicos definidos. Não esquente se ainda não houver grande profundidade, se você só conhecer as ideias superficiais por trás de seus grupos políticos, ou se não tiver noção alguma de como é chamada a capital.

Quando tiver concluindo seu romance, você terá adicionado cerca de 1/3 da sua construção de mundo sem sequer ter tentado. Então você poderá voltar, corrigir quaisquer inconsistências em seu mundo e em sua história, adicionar a tal profundidade que você precisava afinal de contas, e considerar tudo “certo”.

Quando você criar um novo detalhe relativo ao mundo, acrescente uma nota ao seu caderno de Construção de Mundo para não perder o controle das regras. No dia 25 de novembro, você não vai querer procurar por algo que escreveu no dia 4, quando você citou o tipo de governo do povo de sua “terra natal”, e o qual só foi relevante em seu romance duas vezes.

Caso se esqueça de anotar, ou não perceba até ser tarde demais que ela era importante, você pode marcar aquilo para consertar depois. Ano passado, eu tinha um personagem deixando o planeta em uma cena, e então reaparecendo sem explicação algum 5 páginas depois; apenas em Abril eu consertei isso.

O segredo da construção de mundo é parar antes que você se canse de seu mundo. Caso se pegue pensando “eu não preciso de nada disso – isso é horrível”, então engavete tudo AGORA e não abra suas anotações de construção de mundo até o dia 31 de Outubro, quando você as lerá exatamente às 23 horas ao se aquecer para começar a escrever à meia-noite.

Vá planejar o resto de sua história (enredo e personagem), porque o cenário está tão pronto quanto precisa estar.

Se estiver farto do seu mundo, você está pronto. Os detalhes se encaixarão quando você estiver escrevendo o livro.

Amanhã tem mais exercício! Quer compartilhar o seu? Use os comentários. 😉
Direitos

Os exercícios de construção de mundo estão sob uma licença Creative Commons que permite tradução, distribuição para grupos de escrita, venda (com permissão), reimpressão (para uso não comercial) ou cópia exata, todos com os devidos créditos à autora do texto original, Stephanie Cottrell Bryant.

Esta tradução NÃO pode ser distribuída de forma alguma senão em trechos curtos dos textos (até 100 palavras), desde que seja visivelmente dado crédito ao tradutor (Diogo Ruan Orta) e desde que haja um link direcionando para o site Escriba Encapuzado.

Favor respeitar o trabalho árduo de tradução do amigo Diogo.

Para saber mais:

  1. Dia 24: Revendo a Ambientação – 30 Dias de Construção de Mundo: neste vigésimo quarto exercício da série, vamos rever e ajustar aspectos da ambientação de nosso mundo.

Especial NaNoWriMo:

  1. 30 dias para escrever um livro – saiba mais sobre o evento no primeiro artigo da série sobre o evento.
  2. As críticas e o valor do desafio – saiba porque o evento é visto com desconfiança por escritores e demais profissionais do mercado editorial.
  3. Como escrevi um livro em 30 dias – onde detalho minha participação no evento em 2012.
  4. Diário de escrita – onde falo sobre valor de se manter um diário e compartilho o meu próprio.
  5. Guia de sobrevivência – dicas para aqueles que ousarem aceitar o desafio!
  6. National Novel Writing Month: página oficial do evento (em inglês).

Comente à vontade!

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: