Dia 29: Personagem – 30 Dias de Construção de Mundo

WorldbuildingEste é o vigésimo nono de 30 artigos sobre construção de mundos escritos por Stephanie Cottrel Bryant e traduzidos por muá, Diogo Ruan Orta. Publicado em 2007 para participantes do NaNoWriMo, este tutorial prático e baseado em livros sobre o tema permanece uma ferramenta útil.

No exercício anterior, nós fizemos um apanhado geral de diversos aspectos menores da construção de mundo que negligenciamos até então. Hoje vamos finalizar nossas notas sobre os personagens de nosso romance. Pegue seu caderno e um relógio aí e separe alguns minutinhos para a leitura e o exercício do dia.

Quer mais dicas? Vá ao perfil WattPad do T. K. Pereira e procure por um livrinho chamado Guia do Construtor de Mundos. Recomendo dar uma conferida, já que os textos de lá complementam os deste tutorial – sim, foram escritos pela mesma autora. Segue o chefe por lá pra ficar por dentro.

30 Dias de Construção de Mundo, por Stephanie Cottrell Bryant
Dia 29: Personagem

Heróis - Vilões - FantasiaFinalize as anotações de seus personagens hoje. Reveja os detalhes históricos dos personagens que você possa ter negligenciado. Lembre-se: o local de origem de um indivíduo pode ser um forte motivador para o que ele fará a seguir.

As pessoas costumam colocar um evento sombrio ou traumático no passado de seus heróis. Isso é tão comum em quadrinhos – até mesmo com o Super-Homem, cujo pai adotivo falece quando Clark volta do colégio – quanto em muitos livros e filmes.

Quem já jogou algum RPG e indagou às pessoas sobre a vida pregressa de seus personagens irá se surpreender com a quantidade de órfãos sentados à mesa em uma hospedaria próxima à cidade de Águas Profundas.

Em parte, isso ocorre porque nós queremos que experiências trágicas tenham propósito – nós queremos que elas nos transmutem em algo melhor, portanto, trabalhamos com arquétipos heroicos que também são transmutados em algo melhor por tais eventos. Por outro lado, creio que, às vezes, nos utilizamos do Passado Trágico como um meio fácil para justificar a razão que leva uma pessoa comum a escolher um caminho perigoso e ingrato.

Dor e tragédia são motivadores poderosos, mas não são as únicas forças transformadoras em nossas vidas. Modelos fortes, lições aprendidas com o fracasso em tarefas que não arruínam vidas, e o simples ato de viver um relacionamento estável ou certo estilo de vida podem ajudar a fortalecer o caráter de uma pessoa.

Embora o poderoso aço seja forjado pelo calor e por uma amoladeira, nem sempre se pode dizer o mesmo do caráter humano. Você pode pensar no histórico do personagem como uma escultura de barro: moldável, e mutável, e sensível à pressão, mas verdadeiramente melhor quando guiado por uma mão forte e estável.

Exercício de Hoje:

Busque em seu mundo cultural e social não apenas pelos locais onde seu personagem não se encaixa, mas também pelos locais onde ele ou ela se sente em casa, e registre-os nas notas de seu personagem. Assegure-se de que, ao final de hoje, você consiga nomear os pais e irmãos de seus personagens, o local onde todos cresceram, a idade deles e qualquer treinamento que tenham tido, e as três pessoas mais influentes nas vidas deles.

Ah sim, e para aqueles que já têm personagens completamente detalhados: dedique os quinze minutos de hoje escrevendo uma cena na qual se personagem recebe um presente que precisa recusar. Você escolhe o presente, o presenteador, e a razão da recusa do personagem.

Amanhã tem mais exercício! Quer compartilhar o seu? Use os comentários. 😉
Direitos

Os exercícios de construção de mundo estão sob uma licença Creative Commons que permite tradução, distribuição para grupos de escrita, venda (com permissão), reimpressão (para uso não comercial) ou cópia exata, todos com os devidos créditos à autora do texto original, Stephanie Cottrell Bryant.

Esta tradução NÃO pode ser distribuída de forma alguma senão em trechos curtos dos textos (até 100 palavras), desde que seja visivelmente dado crédito ao tradutor (Diogo Ruan Orta) e desde que haja um link direcionando para o site Escriba Encapuzado.

Favor respeitar o trabalho árduo de tradução do amigo Diogo.

Para saber mais:

  1. Dia 28: O Que Deixamos Passar – 30 Dias de Construção de Mundo: neste vigésimo oitavo exercício da série, vamos fazer um apanhado geral de diversos aspectos menores da construção de mundo que negligenciamos até então. .

Especial NaNoWriMo:

  1. 30 dias para escrever um livro – saiba mais sobre o evento no primeiro artigo da série sobre o evento.
  2. As críticas e o valor do desafio – saiba porque o evento é visto com desconfiança por escritores e demais profissionais do mercado editorial.
  3. Como escrevi um livro em 30 dias – onde detalho minha participação no evento em 2012.
  4. Diário de escrita – onde falo sobre valor de se manter um diário e compartilho o meu próprio.
  5. Guia de sobrevivência – dicas para aqueles que ousarem aceitar o desafio!
  6. National Novel Writing Month: página oficial do evento (em inglês).

Comente à vontade!

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: