Lero-lero - Arquivo

Lero-lero: McDia infeliz

"O andrógeno abriu a porta e mal me encarou. Tinha no rosto a perfeita expressão do tédio. Balcão, pedido, preço, pagamento, lanche, mesa, rua. Ah, a rotina, essa merda. Todos tão metidos em suas mesquinharias, sempre." Mais um dia na vida de Diogo Ruan Orta na coluna Lero-lero.

Lero-lero: “A Morte do Demônio” nem é tão apavorante…

"Encontrei um tempinho para assistir a A Morte do Demônio, refilmagem do clássico cult da década de 80. Você curte a canastrice de Bruce Campbell? E os trabalhos de Sam Raimi? Então é provável que, como eu, você não tenha gostado muito deste remake." Confira a crítica de Diogo Ruan Orta.

Lero-lero: Só mais uma noite perdida

"No balcão do bar, Muhammad Ali me mediu com olhos duros. Um instante depois, ele bufou, cheio de marra. Devia achar que o franzino aqui não era ameaça." No Lero-lero de hoje, Diogo Ruan Orta escreve sobre uma de tantas noitadas de sua vida.

Lero-lero: Uma banana pra sociedade!

Lero-lero é uma coluna regular cedida ao meu parceiro de letras Diogo Ruan Orta. Ele compartilhará por aqui crônicas, desabafos, contos e o que mais houver dentro daquele caos enevoado que ele chama de mente. Confira a estreia (ácida) do grande Diogo!