Writer’s Digest - Arquivo

7 coisas que aprendi – por Alexandre Brandão

"Não fique ansioso, se não foi possível escrever hoje, será possível amanhã — aliás, não é procrastinação (mas sabedoria) adiar a escrita por conta da leitura." Alexandre Brandão, autor de livros de crônicas e de contos e vencedor do “Bolsa do Autor”, da Funarte, em 2000. Tá esperando o quê pra conferir as dicas dele?

7 coisas que aprendi – por André Roca

"Um escritor precisa se desprender desse universo (dos autores clássicos) e ampliar seu horizonte com a leitura dos contemporâneos. Faz bem ser contaminado por nossos pares. É neles que identificaremos as luzes e as trevas do nosso tempo." Com a palavra, o jornalista e escritor publicado André Roca.

7 coisas que aprendi – por Rossana Cantarelli

"Leia muito, mas jamais tente copiar o estilo de alguém. Descubra o seu estilo." Rossana Cantarelli é advogada, analista jurídica e autora de "Apenas Respire – Rock e perfume: paixão no ar, seu primeiro romance, publicado pela Editora Multifoco.

7 coisas que aprendi – por Lúcio Saretta

"A gente só sente as correntes que nos prendem quando tentamos nos mexer. Não existe uma sequência lógica para ascender como escritor." Lúcio Humberto Saretta é escritor autopublicado e um dos vinte finalistas do concurso Brasil em Prosa. Quer saber o que ele aprendeu até hoje? Clica aí!

7 coisas que aprendi – por Marcos Mota

"Ser rejeitado é uma constante na vida de qualquer pessoa. Aprenda a lidar com isso numa boa. E aprenda também a se reerguer. Diariamente, você precisará renovar suas forças da mesma forma como precisa escovar os dentes todos os dias pela manhã." Com a palavra, o escritor independente Marcos Mota.

7 coisas que aprendi – por Claudia Gomes

"Escritor não pode ter vergonha do que escreve, não pode ter medo de se autopromover, de colocar a cara a tapa, de receber críticas. Se você não vender o seu trabalho, ninguém o fará por você." Confira as dicas de Claudia Gomes, roteirista, produtora, contadora de histórias, atriz e autora de "Hecatombe Hipotética".

7 coisas que aprendi – por Cris Vázquez

"Você escreve SIMPLICIDADE e coloca ao lado do computador. Você corta adjetivos e advérbios. Adere aos implícitos. Persegue a limpidez do texto e evita emaranhados sintáticos." Hoje, com a palavra, Cris Vázquez, escritora publicada e Mestra em Literatura pela UFSC. Confira já!

7 coisas que aprendi – por Ramon Barbosa Franco

"Ame a tudo o que faça, ou procure encontrar o amor no que você faz. O amor te faz sempre mais verdadeiro." Ramon Barbosa Franco é autor de 'Getúlio Vargas, um legado político', 'A próxima Colombina' e 'Contos do Japim'. Tá esperando o quê pra conferir as dicas dele?

7 coisas que aprendi – por Sergio Rossoni

"Acreditar em você é a chave para um caminho mais leve. Acredite em você. Acredite na sua historia. Acredite no bem, na leveza e no crescimento." Confira as dicas de Sergio Rossoni, autor do romance "Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra".

7 coisas que aprendi – por Raimundo Rodrigues

"Escreva. Escreva uma linha. Escreva um parágrafo. Escreva um texto. Escreva uma história, contudo escreva algo que valha a pena alguém ler." Raimundo Rodrigues é servidor público e autor de "Um presente para Jesus" e "Amigos para Sempre".
Seguir

Inscreva-se e receba notificações de novos artigos por email.

Junte-se a outros seguidores.